Convento dos Capuchos de Alferrara (séc. XVI) | Capuchins’s Convent in Alferrara (XVI century)

FotoAbertura.JPG

Projecto | Project

Convento dos Capuchos de Alferrara (séc. XVI) | Capuchins’s Convent in Alferrara (XVI century)

Tipo de intervenção | Intervention Type

Valorização e percurso de visita | Valorisation and visit path

Localização | Location

2'56.3"N 8°54'32.9"W | Setúbal, Portugal

Projecto - Inauguração | Project - Inauguration

2010 | 2012

Tipo de Projecto | Project Type

Cultural | Cultural

Estado | Status

Construído | Built 

[Distinção | Honor]

Selecção Habitar Portugal 12-14, Ordem dos Arquitectos/Mapei, 2015 | Selection Habitar Portugal 12-14, Ordem dos Arquitectos/Mapei, 2015

 

Esta intervenção será um apelo, uma consciencialização perante a responsabilidade colectiva, redobrada pelos tempos de profunda crise em que vivemos, e pela experiência histórica de outros exemplos que nos alertam para que, quando se perdem valores de referência socioculturais e naturais insubstituíveis, todos sentimos uma sensação de empobrecimento colectivo. A moldura da Serra da Arrábida e os sinais maiores da sua humanização, estão perante os nossos olhos. O seu valor, não mensurável, existe e é enorme. Compete-nos enquanto geração que o contempla, assegurar a sua continuidade, se possível valorizada, enobrecida como herança que não se dispersa.  A proposta desta primeira fase de intervenção em termos de conceito, “semeia o solo fecundo desta terra", validando toda a preexistência, mantendo-a una e inter-relacionada com o território, enquanto parte integrante de uma paisagem única. A sua integridade manter-se-á enquanto ruínas que permanecerão longos anos nessa condição para gradualmente o deixarem de ser e, assim sendo, ressurgir sem sobressaltos enquanto edifícios “completos”, mas com a delicadeza da integração plena. O encanto do tempo da ruína neste contexto será assim, esperamos, temporário. Da integração cromática à própria acção arquitectónica, muitas poderão vir a ser as soluções. Importará, contudo, e a uma distância temporal, histórica e estética considerável, ir sendo delineada uma base teórica orientadora das fases sequentes.

 

Within the Arrábida Natural landscape, near the city of Lisbon, lies the ruins of this 16th century Convent of the Capuchins. Its cultural significance is unmeasurable. As stewards of this heritage, it is our common duty to safeguard the continuity of this architectural and spiritual heritage. The conservation approach did not follow a 'traditional' focus on technical and material issues. Our approach to architectural heritage goes beyond the material definition of a place. It searches to understand the original meanings of places and the potential meanings for future generations. It aims to enhance the ruin as a spiritual value and bring back its original atmosphere. Therefore, in order to safeguard the site's aura and religious significance, two minimal interventions took place at this stage laying the seed in this prodigious place. The light is now filtered through grills applied in the openings, reinforcing the ancient spirituality of the convent, and a visit path was defined with a light orange sand. This heritage has now been returned to its community.

 

Área | Area

755,00 m2

Orçamento | Budget

€ 125.000,00

Dono de Obra | Client

Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS)

Fiscalização de Obra | Site supervision

AMRS

Construtor | General Contractor

Nova Construção

Arquitectura e Coordenação | Architecture and Teams Coordination

Victor Mestre | Sofia Aleixo

Equipa | Team

Nuno Gaspar, Daniel Pires, Carlos Graça

Medições e Orçamento | Estimate of building costs

Coopas: Hugo Pombo

Fotografia | Photography

José Manuel, Arquivo vmsa

Conservação e Restauro | Conservation and Restore

António Vasques

Fundações e Estrutura | Foundations and Structures

A2P: João Appleton e Pedro Ribeiro

 

Webgrafia | Webography

habitarportugal.org/pt/projecto/convento-dos-capuchos

alferrara.amrs.pt/

Bibliografia | Bibliography

AAVV (2017) Cadernos de Alferra, n. 0. Setúbal: Associação de Municípios da Região de Setúbal.

Mestre, Victor; Aleixo, Sofia (2017) “El movimiento de las sombras en el Convento do Carmo (Lisboa) y en el Conventos dos Capuchos (Setúbal) | The movement of shadows in the Carmo Convent (Lisbon) and Capuchos Convent (Setúbal)”. Loggia, Arquitectura & Restauración, n.º 30. Valência: Universitat Politècnica de Valencia, pp. 32-51.